Porque é que prefiro lentes “prime”?

 

Jump

Jump – Nikkor 50mm 1:1.8 © Fernando Kaskais

Porque é que prefiro lentes “prime”?

Como já disse, sou um adepto da filosofia Zen, do minimalismo e da leveza. Infelizmente, nem sempre consigo aplicar esses conceitos na minha vida, continuo a possuir demasiadas coisas, e a não conseguir livrar-me de outras. No entanto, na fotografia, o conceito de leveza ajuda-me a concentrar-me mais na fotografia, a caminhar mais, e a disponibilizar mais energia mental para as fotos. Sempre que posso, em vez de levar uma DSLR montada com um zoom relativamente pesado, levo a máquina com uma lente prime. A coisa torna-se mais leve, quer a nível mental, quer a nível físico, e também me obriga a ser mais criativo.

Não me interpretem mal, ao pensar que odeio zooms, não, de todo, sou um fan de lentes Zoom, mas ainda sou mais fan de lentes únicas, e ultimamente só fotográfo com lentes “prime”. O que é uma lente “prime”? Uma lente “prime”, ou lente única, ou ainda, lente principal, é simplesmente uma lente que tem um comprimento focal fixo, e é incapaz de aumentar ou alterar os comprimentos focais dentro da própria lente. E porquê? Porque de há uns tempos a esta parte comecei a dar mais valor á leveza. E quando se trata de fotografia, a não ser que se seja profissional, muitas vezes não faz sentido andar carregado com muito equipamento. Câmaras, lentes, sacos, tripés, enfim, para um fotógrafo amador isso não faz muito sentido, a não ser que tenha um projecto específico para fotografar. Na fotografia de rua, então, não faz sentido nenhum.

Quando se trata de fotografia, em termos de “Gear”, aka, equipamento, precisamos de saber fazer melhor com aquilo que temos. Isso obriga-nos a ser mais criativos com as nossas composições, com os enquadramento, e com o disparo. Se não temos uma lente zoom, usamos o pézão ou (pé-zoom), ou seja, aproximamo-nos se queremos criar o efeito de uma teleobjectiva, ou afastamo-nos se queremos criar o  efeito de uma grande angular. Dar um passo atrás ou um passo em frente, pode fazer toda a diferença numa foto. Mas não há nada como experimentar. Durante um mês, experimente usar só uma lente fixa na sua fotografia, andar “ultralight” quando sai com a sua máquina, e veja se isso funciona consigo e quais são os resultados.

Além disso, há pelo menos 5 boas razões para preferir as lentes prime:

1º Aberturas maiores.

2ª Maior profundidade de campo.

3ª Mais nítidas e mais luminosas.

4ª Mais baratas.

5ª Menos volumosas.

Para terminar, há muito, muito tempo, que deixei de querer impressionar os outros com o meu equipamento (salvo seja), se quiser impressioná-los com alguma coisa, é com as minhas fotos. Infelizmente, nem sempre o consigo.  As pessoas têm tendência a associar tamanho com qualidade, quanto maior é a máquina e maior é o zoom, melhor deve ser o fotógrafo. Na realidade, todos aqueles que fazem fotografia, sabem que isso não é verdade. Como noutras áreas da vida, “tamanho não é documento”. Por isso, não me preocupo em adquirir uma grande máquina, preocupo-me sim, em abrir a mente e treinar os olhinhos. Boas fotos

© Fernando Kaskais

Advertisements

One thought on “Porque é que prefiro lentes “prime”?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: